Sobre Ser Gorda..

08:00

Não foi algo planejado, na verdade foi acontecendo ao longo desses meus quase 30 anos e sempre me incomodei. Nunca consegui mudar da forma que eu visualizava e ansiava, simplesmente nunca tive "forças" suficiente.
É bom ser gorda? Não, não é, é péssimo. Falo por mim, penso por mim e tudo que estou falando é apenas sobre mim. Não me incomodo se você se sente bem com o corpo que tem  e se está satisfeita, saudável ou doente, depois de alguns anos como adulta, a gente passa a não se importar com as coisas que não nos diz respeito. Eu não gosto de ser gorda, não gosto do meu peso, mesmo que isso não seja não representativo (falou o magro), não gosto das minhas medidas e das minhas roupas, não gosto da minha aparência e já tentei o que fosse possível pra emagrecer e não consegui.
Essa é a hora de alguém, que nunca foi gordo, dizer que eu estou me vitimizando que eu preciso ter força de vontade.
Eu tenho! Mas não é fácil. Não preciso ter que tentar me despedir das comidas todos os meses porque no próximo começarei uma outra dieta que durará apenas um mês e depois eu desistirei. Eu canso de dieta, canso de privações, canso de gente chata que fala que eu preciso não ceder às tentações de um churrasco de domingo. Na verdade, eu não preciso ir ao churrasco. Não é porque eu sou gorda (e fraca) que eu preciso ter que passar vontade ou ter que me enganar comendo apenas um brigadeiro na festinha infantil porque o magro disse que um não mata ninguém. Quem é magro e nunca foi gordo, poderia simplesmente se calar. Não espero lição de moral, assim como não vou dar uma, só não fale sobre aquilo que você não entende e não sente. Se cale. Não me venha com discurso pronto nem com ideias batidas. Apenas se cale. Eu estou cansada de tudo isso.
Eu não gosto de ser gorda, se você gosta e se ama, maravilha. Não tenho nada com isso. E nunca terei. Não me importo e não me incomodo com nada na vida de ninguém. O que me incomoda é não poder comprar uma calça que eu queria muito porque não cabe em mim, ou, quando cabe, fica ridículo, ou não conseguir comprar um cinto menor que 100 cm, ou não conseguir vestir um bom biquíni sem ter carne sobrando na minha lateral, pernas, braços, pescoço e bunda. Não me venham, também, com aquilo de se você quiser vestir, vista.. Eu quero e não visto porque não me sinto bem, não me importo se você vai gostar ou não, eu não gosto, e também não pretendo me aceitar desse jeito. Eu não gosto e ponto final.
Assim como sei que não mudarei de um dia para o outro e sei também que tem que partir de mim e que nada que me for dito será útil. Apenas o gordo sabe o que é não conseguir fechar a boca. O que é comer e ser praticamente levada para outra dimensão e ficar sem notar nada ao seu redor enquanto você come. Não invento justificativa para o fato de eu ser gorda. Sou gorda e eu mesma fiz isso comigo. Eu sei disso. Faz quase 30 anos que eu sei disso e o mesmo tempo que eu não sei o que é ter um peso normal. Isso é deprimente pra mim. Se é pra você, não sei. Não sou gordofobica, sou, pode-se dizer, cynthiafobica.
Eu odeio meu corpo e muitas pessoas, creio eu, também se sentem assim, e também sei que, para muitos, não é uma questão de querer ser adaptar aos padrões de beleza exigidos no universo, eu por exemplo, não tenho padrão nenhum, não tenho estilo nenhum, e não sou vaidosa tanto quanto eu gostaria, sou bem normal, não ligo pra padrões, ligo para o que eu sinto, ligado para o que eu vejo, ligo para o que eu quero. E eu quero emagrecer, só não sei como. Eu sei que muita gente sabe, que tem escrito em todos os sites do mundo, que o nutricionista sabe, que as blogueiras fitness também sabem (ou pensam que sabem), na verdade, eu também sei, não tem muito mistério, apenas não consigo.

You Might Also Like

1 comentários

  1. ESTOU AQUI APENAS PARA DIZER QUE IREI IMPRIMIR ESSE POST E MANDAR PELOS CORREIOS PARA
    TODAS AS PESSOAS QUE CONHEÇO!

    ResponderExcluir