O Tal do Cortisol: Hormônio do Estresse

12:00

Olá, Ramigs.
Quem me conhece, ou quem vai me conhecer mais um pouquinho aqui no blog, sabe ou vai saber que eu sou um pouquinho inconformada com meu peso. Claro que eu também sei que é tudo culpa minha e dos meus maus hábitos. Enfim! Mesmo sabendo que a culpa de eu não ter o corpinho dos meus sonho é somente minha, a gente sempre se engana achando que está fazendo tudo certo e não entende de jeito nenhum o porquê de continuar gordinha.
Pois bem, enquanto eu estava procurando na internet algo que provasse definitivamente que eu não estava fazendo nada de errado com minha dieta (sonha, Alice), eu achei.
Achei a resposta para esses meus 20 e tantos anos de sobrepeso (e obesidade): O Cortisol alto.

Não, eu não fiz nenhum exame que comprovasse isso. É tão óbvio, todos os sintomas batem perfeitamente.
Sim, Cynthia, agora que você achou o problema e aí, o que você pretende fazer com isso?

Bem, na verdade eu acho que posso ter achado, mas todos nos sabemos que tudo o que fazemos e comemos interfere no funcionamento do nosso organismo, de maneira negativa ou positiva. Não seria tão estúpida de achar que apenas uma-leitura-de-algumas-páginas poderiam simplesmente resolver toda uma vida de maus hábitos. Eu realmente precisarei criar um pouco de vergonha na minha cara e fazer as coisas da maneira correta: Procurar um médico especialista, fazer todos os exames, reeducar minha alimentação e me mover.

Massss Ramigs.. eu não escrevi tudo isso para deixar vocês no vácuo sobre o que eu li. É uma informação útil e que vale a pena saber um pouquinho mais sobre isso. Vamos lá saber o que é esse tal de Cortisol?

O que é?
O cortisol é um hormônio produzido pelas glândulas suprarrenais, que estão localizadas acima dos rins. Atua no organismo controlando o estresse, reduzindo inflamações, contribuindo para manter nossos níveis de açúcar no sangue e pressão arterial constantes, assim como para o funcionamento do sistema imune e está intimamente ligado ao sistema emocional. Por ter seus níveis aumentados após estresse físico ou emocional, é frequentemente chamado de “hormônio do stress”.

Com isso eu tenho convicção que achei o culpado pelo meu peso, pelo fato de eu ser bem estressadinha com tudo. Agora eu sou cabeça de gelo. Tudo em prol do objetivo de ser musa fitness em 2018. Haha.

O que ele faz?
O cortisol atua tanto para o armazenamento quanto para a liberação de gordura.
Causa o armazenamento de gordura, porque como a insulina, ele aumenta a atividade da principal enzima de armazenamento de gordura, a Lipase lipoproteica.
Causa a queima de gordura, porque aumenta a atividade da principal enzima na queima de gordura, a lipase sensível a hormônio que é a principal enzima de na queima de gordura em nosso corpo.

Elevações agudas no cortisol ajudam a queimar gordura, que é o que acontece quanto tempos picos de estresse momentâneos.
Excesso de elevações prolongadas no cortisol pode causar alterações nos neurônios simpáticos que estimulam o crescimento de células de gorduras. 
É aqui de precisamos tomar bastante cuidado. Quando nos mantemos o dia todo estressado por tudo nesse mundo. Nessa hora a gente está inchando todas as nossas celulinhas de gorduras tão odiadas. (Que horror).

As enzimas são substâncias do grupo das proteínas e atuam como catalisadores de reações químicas.Catalisador é uma substância que acelera a velocidade de ocorrência de uma certa reação química.

A palavra "estresse" tem origem na palavra inglesa "stress", que significa "pressão", "tensão" ou "insistência". Pode-se definir estresse como um conjunto de reações fisiológicas necessárias para a adaptação a novas situações

Ao aumentar o nível de cortisol, o corpo tende a mobilizar rapidamente as reservas de energia. A glicose é retirada dos tecidos musculares e direcionada para o fluxo sanguíneo, para a ativação da atividade cerebral e maximização da concentração.
Por um lado, a concentração da nossa atenção nos ajuda a tomar uma decisão mais rapidamente, mas, por outro lado, o comportamento de uma pessoa nesta situação pode ser excessivamente agressivo e ficar constantemente nesse estado leva a estresse crônico. (Tipo, eu?)

Quando se encontra baixa a produção de serotonina (hormônio ligado ao prazer e ao bem estar) ocorre o cortisol baixo. Neste caso, podem acontecer os seguintes sintomas: Desejo repentino de consumo de doces, fadiga, fraqueza, cansaço e depressão.

Que lôco, tio. Ó as palavras, meça suas palavras, parça.

A obesidade está correlacionada à depressão pois, quando a produção de serotonina é baixa, a percepção da saciedade também é diminuída e isso causa um grande aumento de apetite, associado a uma grande retenção de líquidos. O organismo apresentará um apetite voltado para os carboidratos que são ricos em serotonina, mas infelizmente, são extremamente calóricos. (Alguém se Identifica?)


Níveis e efeitos
Valores de referência:
Manhã: 5 a 23 mcg/dL.
Final do dia: 3 a 16 mcg/dL.

Sintomas
Cortisol Alto
O cortisol alto pode originar sinais e sintomas como:
Perda de massa muscular.
Aumento do peso. (Nãaaaaaaao)
Aumento das chances de osteoporose.
Dificuldade na aprendizagem.
Baixo crescimento.
Diminuição da testosterona.
Lapsos de memória (Eu, definitivamente)
Aumento da sede e da frequência em urinar.
Diminuição da libido.
Menstruação irregular.

O cortisol alto também pode indicar uma doença chamada Síndrome de Cushing, que gera sintomas como aumento rápido do peso, com acúmulo de gordura na região abdominal, queda de cabelo e pele oleosa. (Eu de novo? Sim! Com certeza)

Cortisol Baixo
O cortisol baixo pode causar sinais e sintomas de:
Depressão.
Fadiga.
Cansaço.
Fraqueza.
Desejo repentino de comer doces. (Sério?)

O cortisol baixo também pode indicar que o paciente tem Doença de Addison, que gera sintomas como dor abdominal, fraqueza, emagrecimento, manchas na pele e tonturas, principalmente ao levantar.

Informações mega Importantes.
Coisas que aumentam o cortisol
        Exercício de alta intensidade e de curta duração. O nosso HIIT de cada dia.
    Exercício de moderada intensidade e de longa duração.
   Pular refeições pode aumentar o cortisol. (Na alimentação, o que se acredita é que seja uma resposta imunitária protetora. No caso de falta de refeições, ele é liberado para ajudar liberação de gordura e açúcar. No jejum intermitente temos elevação de cortisol com diminuição de insulina e elevação de hormônio do crescimento o que favorece queima de gordura) E agora José?
    Privação do sono, estresse de curto prazo (No meu caso, curtíssimo prazo).
    As respostas imunes de infecção ou inflamação podem causar altos níveis de cortisol.
    O uso de álcool.
    Café.

Coisas que reduzem o cortisol
Caminhada por lazer.
O sono, cochilos e massagem. (hummm)
Descanso, relaxamento e riso.
Meditação, tai chi, yoga restauradora/alongamento (não a power yoga).
Afeição física ( tempo com familiares, amigos queridos e animais de estimação)
Sauna, banhos quentes, e terapias de spa. (Ohw maravilha, já quero).
Chás de ervas (erva-cidreira, maracujá, valeriana, camomila, calota craniana, Yogi da Bedtime Tea).
Comer. Tudo o que eleva a insulina irá suprimir o cortisol em algum grau. Por isso os alimentos ricos em amido e alimentos ricos em proteínas.
Proteína Whey e suplementos de BCAA.
Chá verde (teanina)

Cynthiaaaa, plmdd! e agora?
Agora, se você acha, assim como eu, que precisa de um acompanhamento médico, procure um. Cada pessoa tem um organismo diferente e você pode até não ser estressadinha como eu e está tudo bem com seus hormônios, não custa quase nada ficar por dentro de tudo que passa em nosso corpo, não é mesmo? Talvez seja possível até achar realmente a solução para esse nossa preguiça extrema de fazer exercício e se cuidar.


Fontes:
- http://www.metaboliceffect.com/hormones-stress-cortisol/
- http://www.aboutcushings.com/pt/understanding-cushings-disease/causes-and-differences.jsp
- http://www.news-medical.net/health/Addisons-Disease-Symptoms-(Portuguese).aspx




You Might Also Like

4 comentários

  1. Essa coisa sou eu todinho, pqp, como pode?
    Tenho/tive todos os sintomas, tanto os baixos como os altos.
    Devo me preocupar? Sera?
    Um dia quando eu tiver coragem de enfrentar um clinico geral eu faço essas perguntas, por enquanto, deixa eu com essas paranoias na minha cabeça mesmo. HAHAHAH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos dois, Bate o/
      Uma coisa é certa.. não sou gorda. Sou estressada. rs

      Excluir
  2. PARA TUUUUUDO! ARRASOU! Menine, taí que eu não sabia nem de metade disso! Tô passada. D: E eu ja quero ir atras de um médico. kkkkkkkk pq né, só dá pra saber como resolver se souber o que tem! hahahaha

    ResponderExcluir
  3. eu tenho cortisol alto.. é o que o médico me disse foi para tentar relaxar no trabalho.. mas isso não consigo.. é continuo a ter e não sei o que fazer..

    ResponderExcluir